Mais tranquilidade para você explorar comercialmente as suas invenções

Onde as patentes são registradas?

As patentes são registradas no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi), uma autarquia federal integrada ao Ministério da Indústria, Comércio e Serviços, a qual possui estrutura regimental estabelecida pelo Decreto nº 854/2016.

Vantagens de realizar o registro de patentes

Ao patentear uma invenção você poderá:

-Garantir exclusividade de exploração da invenção no mercado;
-Diferenciar seu produto dos produtos dos concorrentes e obter maior fatia do mercado;
-Proteger-se judicialmente contra cópias, falsificações e pirataria;
-Proteger sua invenção de usos indevidos por parte de terceiros;
-Unir-se a outros inventores (pessoas físicas ou jurídicas) para gerar novas invenções;
-Conceder licenças de exploração para terceiros mediante remuneração;
-Conceder os direitos da invenção para terceiros mediante remuneração;
-Conceder os direitos da invenção para sucessores;
-Impedir que inventores patenteiem a mesma invenção ou similares antes de você;
-Revelar conteúdo técnico da invenção (obrigatório) e contribuir com novos avanços.

1

Atender à condição de necessidade;

Pré-requisitos para o registro de patentes

Para patentear um invento é necessário:

3


Atender à condição de aplicação industrial.

2


Reduz o risco de indeferimento do registro

Além disso, antes de realizar o registro de patentes é recomendável verificar se a sua invenção já foi registrada no Brasil ou em outro país.

Os consultores Orbrapi realizam a pesquisa de disponibilidade de registro de patentes gratuitamente para você. Entre em contato via telefone (11) 4111-3111, WhatsApp (11) 94793-4280, e-mail contato@orbrapi.com.br ou clique no botão abaixo para solicitar sua pesquisa grátis agora mesmo:


Como registrar uma patente?

Uma das formas de registrar uma patente é via acompanhamento técnico fornecido por meio de empresas como a Orbrapi, que realiza consultoria no ramo desde 2006.

Entre em contato com a Orbrapi para fazer um orçamento:



Tipos de Patentes

My Image

Patente de Invenção:

Para invenções de produtos, processos e aplicações industriais.


Quem, como você, inventou um produto, um modelo de utilidade ou fez uma adição a uma invenção já existente poderá - segundo a Lei 9.279/96 - usar a patente para ter o direito exclusivo de exploração comercial do invento e para protegê-lo contra más ações de terceiros.

Patentes são títulos de propriedade concedidos pelo Estado Federal para pessoas físicas ou jurídicas que, por suas vezes, são consideradas as criadoras/autoras ou possuem direitos sobre uma invenção ou modelo de utilidade. O registro de patentesé o processo de inscrição ou depósito desse título em um banco de dados governamental.

My Image

Patente de Modelo de Utilidade:

Para invenções de objetos de uso prático, que poderão ter aplicações industriais.


My Image

Certificação de 
​​​​​​​Adição de Invenção:

Para otimizações realizadas em uma invenção já patenteada.


Existem três tipos de patentes, são eles:

Técnicas cirúrgicas, modelos de cálculos e planos de assistências médicas, entre outras ideias e processos, não podem ser patenteados. Entre em contato com os consultores da Organização Brasileira em Propriedade Industrial (Orbrapi) para saber mais sobre o que pode e o que não.

Registro de Patente